Painel Serológico Nacional

Como se irá desenvolver o Painel Serológico Nacional?

O Painel Serológico iniciou-se com a fase de recrutamento de voluntários para realização do teste. Após ser efectuada a colheita das 12.000 amostras, os dados serão analisados estatisticamente e, a partir do final de Outubro, os resultados serão divulgados.

Em que se diferencia este estudo e qual a sua importância?

"Os testes serológicos permitem estimar a percentagem de indivíduos que foram expostos ao vírus, quer tenham tido ou não sintomas da COVID-19, monitorizando a resposta imunitária do organismo através da deteção de anticorpos contra o vírus, a partir de uma amostra de sangue periférico. Atualmente, a evidência sobre a taxa de seropositividade (desenvolvimento de anticorpos específicos) contra o SARS-CoV-2, na população Portuguesa, é escassa. Deste modo, a informação sobre a frequência de seropositivos na população Portuguesa assume relevância imediata. O objetivo principal deste estudo é determinar a proporção da população Portuguesa que desenvolveu anticorpos contra o vírus SARS-CoV-2, por determinação serológica, de forma a estimar a prevalência da infeção no país. Para isso, pretendem-se testar uma amostra de dimensão alargada (12.000 indivíduos voluntários), cumprindo com uma estratificação proporcional da população Portuguesa. "

Gostaria de apresentar algumas questões sobre a protecção e/ou a privacidade dos meus dados pessoais. Como devo proceder? A quem me devo dirigir?

Para esclarecer qualquer assunto relacionado com a proteção e/ou a privacidade dos seus dados pessoais poderá enviar um e-mail para imm-legal@medicina.ulisboa.pt.

Os meus dados vão ficar guardados com a minha identificação?

Os dados recolhidos serão tratados assegurando o anonimato dos participantes, através de um sistema de codificação.

Os resultados da colheita e os meus dados pessoais serão partilhados com outras pessoas/entidades?

Apenas o iMM e os laboratórios Germano de Sousa terão acesso aos dados pessoais e estes serão sempre tratados de forma confidencial e utilizados exclusivamente para fins relacionados com o estudo. O tratamento de dados pela CTI, parceira no projecto, é feito assegurando o anonimato dos participantes através de um sistema de codificação. As restantes entidades envolvidas no projecto não terão acesso aos dados pessoais dos voluntários.

Qual é o objetivo do estudo?

O objetivo do estudo é determinar a proporção da população Portuguesa que desenvolveu anticorpos contra o vírus SARS-CoV-2, por determinação serológica, de forma a estimar a prevalência desta infecção na população, por região e grupo etário.

Quando serão disponibilizados os resultados deste estudo?

Os resultados estarão disponíveis a partir do final de Outubro e serão divulgados ao público em canais de comunicação como o website do Instituto de Medicina Molecular (iMM).

Quanto tempo dura a imunidade à COVID-19?

A comunidade científica está ainda a realizar estudos que permitam dar resposta a esta questão.

Quem está a conduzir este estudo?

Este estudo é promovido pelo iMM (Instituto de Medicina Molecular), com o financiamento da Sociedade Francisco Manuel dos Santos e do Grupo Jerónimo Martins. Os laboratórios Germano de Sousa são parceiros neste estudo na medida em que são laboratórios certificados para fazer a colheita de sangue e a análise serológica.

Condições para participar

Antes de participar no estudo, gostava de esclarecer algumas questões científicas relacionadas com os procedimentos do estudo. Como devo proceder? A quem me devo dirigir?

Para questões científicas relacionada com o estudo deve enviar um e-mail para serologia@medicina.ulisboa.pt.

Dei sangue/fiz análises há um X tempo. Posso participar no estudo e fazer a colheita?

Sim, pode.

É preciso requisição médica para participar no estudo?

Não. Para ser elegível a participar neste estudo deverá apenas dar o seu consentimento via plataforma (www.painelcovid19.pt), preencher o questionário de saúde e, posteriormente, com o código que lhe for atribuído, dirigir-se a um posto de colheita Germano de Sousa para a recolha de sangue.

É preciso ter feito o teste de diagnóstico da COVID-19 para poder participar no estudo?

Não. Os testes de diagnóstico têm uma finalidade diferente, permitindo confirmar a presença do vírus no aparelho respiratório. Este estudo prevê a realização de um teste serológico que permite determinar a presença de anticorpos em plasma ou soro humano.

Estava a preencher o questionário online e fiquei na dúvida: Qual a diferença entre diagnóstico suspeito e teste por COVID-19?

Diagnóstico Suspeito prende-se com a possibilidade de ter tido sintomas e de uma das entidades linha de saúde SNS24, hospital público ou privado ou médico privado o ter considerado como potencial infetado. A pergunta seguinte que refere "Antes deste estudo, fez teste para COVID-19?" pretende saber se fez um teste confirmatório de doença.

Estou a tomar antibióticos/ anti-infamatórios/analgésicos. Posso participar no estudo e fazer a colheita?

Sim, pode.

Estou em isolamento profilático. Posso participar no estudo?

Inicialmente deverá contactar a linha de Saúde SNS 24 para que seja aconselhado sobre os procedimentos a seguir. No caso de estar infetado, não estão aconselhados testes serológicos na fase aguda/precoce da doença, por ausência da produção de anticorpos. Estão indicados no seguimento da resposta imunológica durante e após a infeção por COVID-19.

Estou infetado com COVID-19. Posso participar no estudo?

Deverá contactar a linha de Saúde SNS 24 para que seja aconselhado sobre os procedimentos a seguir. No caso de se confirmar a infeção por COVID-19, deverá permanecer em isolamento, seguindo as indicações das autoridades de saúde.

Eu quero que o meu filho participe no estudo, mas ele não quer. Posso inscrevê-lo na mesma?

Não. No caso de o seu filho ser menor de idade, será necessária a sua autorização, adicionalmente à vontade do seu filho. No caso de o seu filho ter 15 ou menos de 15 anos, o Pai ou a Mãe devem consentir à participação do menor. No caso de o seu filho ter 16 ou 17 anos, o seu filho deve também consentir à participação. O processo de consentimento é online, em www.painelcovid19.pt.

Eu sou familiar de um menor, mas não sou o seu pai/mãe. Posso autorizar que este menor participe no estudo?

Não, a menos que seja o seu representante legal.

Fiz a minha inscrição há 8 dias. Ainda posso ir fazer a colheita de sangue?

Não. O seu código apenas esteve válido durante 7 dias. Pode tentar voltar a inscrever-se, contudo, a existência de vagas não é assegurada caso a amostra referente à sua faixa etária e Município de residência já esteja preenchida. Caso não esteja, preenchida ser-lhe-á atribuido um novo código com o qual pode realizar a colheita de sangue.

Fiz renovação do cartão de cidadão há pouco tempo, mas ainda não o recebi. Posso participar no estudo?

Sim. Deverá no entanto levar um comprovativo em como solicitou renovação do cartão de cidadão pois este documento poderá ser-lhe pedido no posto de colheita Germano de Sousa onde for realizar a colheita.

Gostaria que os meus filhos menores participassem. Devo preencher algum documento dando consentimento?

Sim, no caso de menores o consentimento parental é obrigatório e disponibilizado na plataforma. Ao entrar na plataforma deverá identificar a faixa etária do seu filho e seguir os passos indicados. No posto Germano de Sousa participante onde for com o seu filho realizar a colheita de sangue ser-lhe-á pedido também o seu consentimento.

Já estive infetada com COVID-19. Posso participar no estudo?

Sim, pode.

Já participei num estudo serológico antes. Posso participar neste também?

Sim, pode.

Não consegui inscrever-me na plataforma, mas um familiar/amigo meu tentou inscrever-se depois e conseguiu. Porque é que isto aconteceu?

No seu caso, pode pertencer a um grupo etário e Município que se encontram já cobertos pela amostra. O seu familiar/amigo pode pertencer a um Município diferente, ou dentro do mesmo Município a outra faixa etária,cuja amostra necessária para a aferição dos resultados ainda não tenha sido atingida.

Não estou a conseguir concluir o processo de inscrição na plataforma eletrónica. O que posso fazer?

Para aceder à plataforma de inscrição no estudo dever utilizar o Chrome ou o FireFox. Caso continue a ter problemas em concluir a inscrição, os postos de colheita Germano de Sousa que participam no estudo (lista aqui) disponibilizarão apoio técnico e equipamento, nomeadamente um computador ou tablet com acesso à internet, para que possa aceder à plataforma eletrónica para se inscrever.

Não tenho computador. Como posso participar?

Os postos de colheitas Germano de Sousa que participam no estudo (lista aqui) disponibilizarão apoio técnico e equipamento, nomeadamente um computador ou tablet, para que possa aceder à plataforma eletrónica para se inscrever.

Perdi o código que me foi atribuído. Como devo proceder?

Pode dirigir-se a um posto de colheita Germano de Sousa participante no estudo e solicitar que lhe indiquem o seu código através dos seus dados.

Porque é que não foram abrangidos neste estudo todos os Municípios do País?

O objetivo do estudo consiste em estimar a proporção da população Portuguesa que desenvolveu anticorpos contra o vírus SARS-CoV-2, que causa a doença COVID-19. Neste âmbito, foi considerada uma amostra da população que abrange 12.000 voluntários, em 102 municípios.

Posso dar o meu consentimento presencialmente?

Não. O processo de consentimento é eletrónico através da plataforma www.painelcovid19.pt. Caso necessite de ajuda na inscrição, poderá dirigir-se a um dos postos de colheita Germano Sousa participante no estudo. Pode consultar os postos que constam na lista aqui.

Posso inscrever um amigo e/ou familiar meu no estudo?

Não, uma vez que o consentimento à participação deve ser dado pelo próprio participante, à excepção de menores de 18 anos onde o consentimento dos pais também é um requisito para a inscrição.

Que browser devo utilizar para aceder à plataforma de inscrição no estudo?

Para aceder à plataforma de inscrição no estudo dever utilizar o Chrome ou o FireFox.

Queria participar mas recebi a informação de que o grupo etário a que pertenço ou o Município onde vivo está já coberto pela amostra. Vão abrir novas vagas em que me possa inscrever?

Lamentamos, mas não serão abertas mais vagas uma vez que se encontra preenchida a amostra necessária para a aferição dos resultados desse Município e faixa etária.

Queria participar no estudo e no site aparece a informação para tentar mais tarde. Quando vai ser possível inscrever-me?

De momento foram realizadas todas as inscrições necessárias para cobrir a amostra necessária no seu Município e faixa etária. Apenas caso alguma das inscrições não se concretize numa colheita é que algumas das vagas ficarão disponíveis. Poderá visitar o site diariamente para confirmar se existem novas vagas.

Quero fazer a colheita mas não quero participar no estudo, posso fazer a colheita e, se for necessário, pagar?

Não. Para fazer a colheita terá de participar no estudo. A colheita e o teste são gratuitos.

Qual a idade mínima permitida para a participação no estudo?

Não há. A participação no estudo não está dependente da idade dos voluntários.

Qual a idade máxima permitida para a participação no estudo?

Não há. A participação no estudo não está dependente da idade dos voluntários.

Sou representante legal de um menor. Posso autorizar a sua participação no estudo?

Sim, pode.

Tenho de assinar algum papel?

"O processo de consentimento é eletrónico, assim como o preenchimento do questionário de saúde do estudo, que pode aceder através da plataforma www.painelcovid19.pt. Para completar os passos anteriores não terá de assinar nenhum papel. Para realizar a colheita de sangue num dos postos de colheita Germano de Sousa será solicitado a assinatura dos documentos habituais associados ao procedimento de colheita de sangue. Caso necessite de ajuda na inscrição poderá dirigir-se a um dos postos de colheita Germano Sousa que constam na lista aqui."

Tenho de ir com o meu filho menor ao laboratório para ele fazer a colheita de sangue?

Sim. É procedimento dos laboratórios Germano de Sousa que menores estejam acompanhados pelo Pai ou Mãe aquando de uma colheita de sangue.

Tenho de pagar para realizar a colheita/ participar no estudo?

Não. Não terá qualquer encargo por participar no estudo.

Tenho gripe/febre. Posso participar no estudo e fazer a colheita de sangue para teste serológico?

Deverá contactar a linha de Saúde SNS 24 para que seja aconselhado sobre os procedimentos a seguir.

Tenho sintomas que podem indicar infeção por COVID-19. Posso participar no estudo?

Deverá contactar a linha de Saúde SNS 24 para que seja aconselhado sobre os procedimentos a seguir. No caso de se confirmar a infeção por COVID-19, deverá permanecer em isolamento, seguindo as indicações das autoridades de saúde.

Tenho um familiar a estudar no estrangeiro. Pode participar?

Só poderão participar pessoas cuja sua residência atual seja em Portugal.

Tenho uma doença crónica (cancro, diabetes, hipertensão, doenças autoimunes, sida/VIH, …). Posso participar no estudo?

Sim, pode.

Um familiar meu esteve infetado com COVID-19. Posso participar no estudo?

Sim, pode.

Um familiar meu já fez a colheita. Também posso fazer?

Sim, pode.

Uma vez que se trata de um estudo, serei remunerado?

Não. A participação no estudo não prevê qualquer remuneração.

Em que é que este teste é diferente de outros testes serológicos?

Não é diferente. Este teste serológico faz parte de um estudo cujo objetivo é determinar a proporção da população Portuguesa que desenvolveu anticorpos contra o vírus SARS-CoV-2, por determinação serológica, de forma a estimar a prevalência da infeção no país.

O que são testes serológicos para a COVID-19?

Testes que detetam anticorpos (IgA, IgM e/ou IgG) produzidos pelo organismo como resposta à infeção pelo vírus SARS-CoV-2.

Teste Serológico

O resultado do teste é 100% fiável?

O teste serológico é, à data, o teste que mede, da forma mais fiável, a presença dos anticorpos que combatem a infeção de SARS-CoV-2. A sensibilidade clínica do teste serológico IgM e IgG, quando usado em combinação, é de 98,5% e a especificidade clínica é de 98,7%.

O teste tem contra-indicações?

Não. A colheita segue o procedimento habitual de colheita de sangue.

Onde posso fazer o teste serológico?

Em primeiro lugar, terá de se inscrever através da plataforma www.painelcovid19.pt, dar o seu consentimento e preencher um questionário. Posteriormente ser-lhe-á atribuído um código com o qual se pode dirigir a um posto de colheita Germano de Sousa participante no estudo e fazer o teste serológico.

Os postos de colheita Germano de Sousa são certificados? Os técnicos que procedem à colheita de sangue e análise dos resultados têm formação necessária?

Sim, os posto de colheitas são certificados. A equipa envolvida neste estudo é constituída por um vasto grupo de técnicos qualificados para a função.

Os testes serológicos utilizados são certificados?

Sim, os testes serológicos efetuados no Centro de Medicina Laboratorial Germano de Sousa estão devidamente certificados pela Comissão Europeia e pelo Infarmed.

Se eu estiver infetado no momento da recolha, o teste deteta-o?

Se estiver infetado no momento da colheita de sangue, o teste poderá não detetar anticorpos se tiver iniciado o quadro infecioso há poucos dias, uma vez que a produção de anticorpos começa entre o sexto e oitavo dia da infeção, na maior parte dos casos. Deverá sempre contatar a linha Saúde SNS 24 caso tenha sintomas compatíveis com a COVID-19.

Vai-me ser administrada alguma substância?

Não. A colheita segue o procedimento habitual de colheita de sangue.

Colheita de Sangue

Tenho de ir com o meu filho menor ao laboratório para ele fazer a colheita de sangue?

Sim. É procedimento dos laboratórios Germano de Sousa que menores estejam acompanhados pelo Pai/ Mãe ou Representante Legal aquando de uma colheita de sangue.

A colheita pode ser feita na minha residência?

Não. As colheitas são realizadas em mais de 314 postos Germano Sousa, que se encontram dispersos pelo país. Pode consultar os postos participantes aqui.

Como se recolhe a amostra?

Através de uma colheita de sangue, que segue um procedimento normal de "tirar sangue".

É preciso marcação prévia para a realização da colheita para teste serológico ?

Não é necessário marcação, mas poderá telefonar para o posto de colheita ao qual se pretende dirigir e questionar qual a melhor hora para efetuar a colheita. O contacto dos postos encontram-se disponíveis aqui.

Fazer a colheita de sangue é doloroso?

Não. Sentirá apenas uma ligeira sensação de picada, como é habitual num processo de colheita de sangue.

Fazer a colheita para o teste serológico pode ser perigoso?

Não. A colheita segue o procedimento habitual de colheita de sangue.

No dia da colheita, tenho de apresentar algum documento no posto de colheita? Se sim, qual/quais?

"Deverá levar consigo o código de participante obtido na plataforma após o preenchimento do questionário de saúde. Sugerimos que leve também o seu cartão de cidadão, pois de acordo com os procedimentos do posto Germano de Sousa poderá ser solicitado algum dos seus dados pessoais."

Para fazer a colheita devo ir em jejum?

Não. Não é necessário estar em jejum para a realização da colheita de sangue.

Posso participar no estudo, sem fazer a colheita?

Não. A participação no estudo obriga ao preenchimento de um questionário, bem como à realização de um teste serológico para o qual é imprescindível a colheita de sangue.

Quanto tempo tenho para fazer a colheita, depois de preencher o questionário?

Após atribuição do código dispõe de 7 dias para realizar a colheita de sangue. Após este prazo, o seu código expira e os seus dados serão eliminados.

Quanto tempo vou demorar a fazer a colheita?

O processo da colheita demora entre 5 a 10 minutos. O tempo de espera poderá variar em função da afluência ao posto a que se dirigiu.

Recebi um e-mail com a informação de que o meu código expirou. Já não posso participar?

Poderá tentar voltar a inscrever-se. Contudo, a existência de vagas não é assegurada caso a amostra referente à sua faixa etária e Município de residência já esteja preenchida. Mas caso ainda haja vagas, ser-lhe-á atribuído um novo código com o qual pode realizar a colheita de sangue.

Localização dos postos de colheita

Como posso saber os postos de colheita existentes no meu Município?

A lista de postos de colheita está disponível para consulta aqui. Também pode telefonar para o 808 100 062 (Custo de chamada local, dias úteis das 09:00 às 18h00) e questionar qual o posto de colheita mais próximo de si.

Não encontrei nenhum posto de colheita no meu Município. Posso participar no estudo, indo a um posto de colheita de outro munícipio?

Não, se não há nenhum posto de colheita no seu Município é porque o seu Município não faz parte do estudo, pelo que, também não poderá dirigir-se a outro Município.

O que é o Município? É a minha cidade?

O Município é o seu Concelho de residência.

Posso comprar um teste numa farmácia e usá-lo num posto de colheita Germano de Sousa?

Não. O procedimento deste estudo prevê que a colheita de sangue e respetiva análise seja realizada num dos postos de colheita Germano de Sousa a participar neste estudo.

Posso fazer a colheita num posto de colheita qualquer?

Não. A colheita só poderá ser feita num dos postos de colheita que estão a participar neste estudo e que podem se consultados aqui.

Posso fazer a colheita num posto de colheita que não seja o Germano de Sousa e depois enviar o resultado?

Não. A colheita de sangue e análise do mesmo só podem ser feitos num dos postos de colheita Germano de Sousa que esteja a participar no estudo.

Sou de Lisboa, mas estou de férias em Portimão. Posso fazer a colheita em Portimão?

Se Portimão tiver postos de colheita participantes no estudo (lista aqui), sim, pode. Contudo, no processo de inscrição, deve identificar Lisboa como sendo o seu Município.

Sou do Porto. Posso fazer a colheita em qualquer posto de colheita Germano de Sousa ou tenho de ir ao que está mais perto da minha residência?

Uma vez que o Porto é um Município participante do estudo, pode fazer a colheita em qualquer posto de colheita Germano de Sousa que esteja a participar no estudo (lista aqui).

Tenho de fazer o teste no Município onde resido?

Não, pode dirigir-se a qualquer posto de colheita Germano Sousa a participar no estudo (lista aqui). Contudo, quando se inscrever na plataforma, deve identificar o seu munícipio de residência.

Resultados

Enganei-me a introduzir o meu número de telefone/telemóvel/e-mail. Os resultados dos testes que eu fiz terão sido disponibilizados a outra pessoa?

Neste caso, deve contactar o posto de colheita Germano de Sousa onde fez o teste, para avaliar se os resultados já foram enviados.

Os resultados do teste serão partilhados depois da colheita? De que forma?

Os resultados do teste serológico ser-lhe-ão enviados pelos laboratórios Germano de Sousa por email.

Quanto tempo demoram os resultados do teste a ser divulgados?

Os resultados individuais serão disponibilizados a cada voluntário num período de até três dias após a realização do teste.

Se não receber os resultados como devo proceder?

Deverá contactar o laboratório Germano de Sousa onde realizou a colheita.

Se o resultado do meu teste for negativo posso voltar a fazer um novo teste no âmbito deste estudo?

Não, não pode fazer um novo teste no âmbito do estudo.

Se o resultado do meu teste for positivo, devo fazer o teste de deteção da COVID-19?

Se o teste for positivo significa que já esteve anteriormente em contacto com o vírus SARS-CoV-2 e que o seu corpo tem agora anticorpos para o combater. Não significa que esteja infetado com este vírus. Caso apresente sintomas compatíveis com COVID-19, deverá contactar a linha de Saúde SNS 24.

Se o resultado do meu teste for positivo, quer dizer que posso contaminar outras pessoas e que devo ficar de quarentena?

Se o teste for positivo significa que já esteve anteriormente em contacto com o vírus SARS-CoV-2 e que o seu corpo tem agora anticorpos para o combater, contudo, não está ainda provado que não possam haver reinfeções com este virus mesmo em pessoas que desenvolveram anticorpos. Caso apresente sintomas compatíveis com a COVID-19, deverá contactar a linha de Saúde SNS 24.

Se o resultado do teste indicar que já estive infetado com a doença, quer dizer que estou imune?

Se o teste for positivo significa que já esteve anteriormente em contacto com o vírus e que o seu corpo tem agora anticorpos para o combater. Contudo, não está ainda provado que não possa haver reinfeções de SARS-CoV-2, mesmo em pessoas que desenvolveram anticorpos.

No teste obtive um resultado de anticorpos totais (IgG e IgM) inferior a 1.0 (por exemplo 0.5). O que significa?

Este resultado significa que, no momento da colheita de sangue não estavam presentes anticorpos das classes IgM e IgG (específicos para SARS-CoV-2) em quantidades suficientes para que fossem detetáveis pelos nossos testes. Naturalmente, este resultado só é válido para o momento de colheita do sangue.

No teste obtive um resultado de anticorpos totais (IgG e IgM) superior a 1.0 (por exemplo 2.6). O que significa?

Este resultado significa que, no momento da colheita de sangue, já tinha ocorrido no seu organismo a produção de anticorpos das classes IgM e IgG em quantidade suficiente para que fosse detetável pelos nossos testes, ou seja, que já teve contato com o vírus SARS-Cov-2. Estes anticorpos também podem ser detetados em indivíduos assintomáticos.

No teste obtive um resultado negativo de anticorpos da classe IgG inferior a 12.0U/mL (por exemplo 2.00). O que significa?

Normalmente, o anticorpo da classe IgG é detetável entre os 10º e o 20º dias depois do início dos sintomas, sendo que, durante a fase de convalescença (estado entre uma doença e o restabelecimento da saúde), os títulos de IgG podem aumentar cerca de 4 vezes em relação ao valor da fase aguda. A duração e a eficácia da proteção conferida pelos anticorpos IgG produzidos, ainda não é conhecida à data atual. Se o anticorpo IgG anti-SARS-CoV-2 é indetetável significa que:
• Não esteve exposto ao vírus não produzindo por isso anticorpos contra o mesmo
• Esteve exposto ao vírus, mas ainda não foi atingida uma quantidade detetável ao nosso teste.
• Esteve exposto ao vírus, mas os níveis de IgG no organismo já diminuíram abaixo do limiar de sensibilidade, pelo que, já não conseguem ser detetáveis pelo nosso teste.

No teste obtive um resultado equívoco de anticorpos da classe IgG, superior a 12.0 U/mL e inferior a 15.0 U/mL (por exemplo 13.00). O que significa?

Normalmente, o anticorpo da classe IgG é detetável entre os 10º e o 20º dias depois do início dos sintomas, sendo que, durante a fase de convalescença (estado entre uma doença e o restabelecimento da saúde), os títulos de IgG podem aumentar cerca de 4 vezes em relação ao valor da fase aguda. A duração e a eficácia da proteção conferida pelos anticorpos IgG produzidos, ainda não é conhecida à data atual. Este resultado pode significar que:
• Esteve exposto ao vírus e, neste momento verifica-se um aumento dos níveis de IgG no seu organismo
• Esteve exposto ao vírus, mas os níveis de IgG no organismo já começaram a diminuír estando a alcançar o limiar de sensibilidade do nosso teste

No teste obtive um resultado positivo de anticorpos da classe IgG superior a 15.0U/mL (por exemplo 32.00). O que significa?

Normalmente, o anticorpo da classe IgG é detetável entre os 10º e o 20º dias depois do início dos sintomas, sendo que, durante a fase de convalescença (estado entre uma doença e o restabelecimento da saúde), os títulos de IgG podem aumentar cerca de 4 vezes em relação ao valor da fase aguda. A duração e a eficácia da proteção conferida pelos anticorpos IgG produzidos, ainda não é conhecida à data atual. Este resultado pode ser compatível com exposição com contacto positivo, apresentando uma resposta reativa contra o vírus SARS-CoV-2. No entanto, a evidência científica atual ainda não nos permite afirmar que um título elevado de anticorpos IgG anti SARS-CoV-2 é garante de imunidade efetiva ou duradoura.

Print